22 de out de 2012

Espera-me no céu

0 comentários


"Espera-me no céu coração
Se é que se vai primeiro
Espera-me  que logo irei 
Para começar de novo
Nosso amor é tão grande, e tão grande
 Que nunca termina.
E esta vida é tão curta que não basta para esse nosso edílio
Espera-me no céu meu grande amor
Se é que se vai primeiro, para continuar de novo
Por isso eu te peço, me espera la no céu, 
que lá por entre as nuvens de algodão 
faremos o nosso ninho..."

Então tudo seria lindo

0 comentários


Seu eu fosse como você
Com nada a se preocupar
Então tudo seria lindo
Você se apaixonaria por um moleque de bike
Que pedala sem pensar no amanhã
Sem perspectiva para seu tempo
Com a unica preocupação de bem viver.

Se você soubesse como é lindo
Como sua beleza interior e maior e ultrapassa o seu lado soberbo e falso
Talvez se você soubesse que sua beleza contrapõem os seus defeitos
Não perderia tempo com tanta futilidade que não leva a nada
Abriria sua mente, para sua janela que se funde através de uma multidão de matizes.
E em uma dessas horas que pode consistir em milhares de cores diferentes, amarelos céreos, azuis borrifados de nuvens e  escuridões enevoadas. 
Talvez isso poderia lhe levar a perceber, que a vida é isso, essa simplicidade da natureza, que se torna magnifica pela sua sutil beleza.
E assim perceber um verdadeiro amor dentro de você
Livre de preconceitos, de pre-ideias impostas na mente
Assim esse amor magnifico poderia atrair seu grande amor

14 de out de 2012

Avessos

0 comentários

Fico a pensar na beleza dos avessos, não despreze ninguém pelo agora, pelo presente, e muito ruim alguém que te olha por apenas o que você tem agora.

A beleza do tecido tem um sustento, uma trama está por trás de tudo isso, compreender as pessoas, amalás, só é possível quando entramos na trama do avesso.

Só é possível amar quando nós enxergamos não somente aquilo que os olhos podem revelar, mas sim aquilo que está oculto.
Quem ama, enxerga o outro pelo o que ele ainda não é, pelo o que ele ainda pode ser

Somente quem já perdeu, sabe o que é ganhar.
Somente quem já sofreu e se amargurou,  viu a vida em tempo real.
encontrou na derrota um motivo para lutar
Descobriu-se que é nos conflitos que a vida se faz crescer
Só quem soube duvidar pode enfim acreditar 
E pode viver amor sem aprisionar
Quem no pouco amou, aprendeu a multiplicar
Só que perdoou na vida sabe o que é amar
Pois aprendeu que o amor só é amor quando já provou alguma dor
E nesses limites no qual o amor pode nascer
A sombra só existe, quando brilha uma luz 



 

Capte-me uma mensagem a toa Copyright © 2013 Design by Caminho da Luz