23 de abr de 2012

Venenos da alma




Sei que você quer me ver por aí
Fez farra no meu coração
Sacudindo, alma minha
Fazendo voar palavras
Tornando sentindo musicas e melodias
E me retirando toda agonia
Adapte-me, mas não me compare.
Esconda-me dentro desse coração
Aceite-me como eu sou
Olhe dentro de mim
Observe e veja como minha alma linda te quer bem
Nessas palavras ritmadas, se enconde nossa história
Sem rimas
Com acertos
Erros
Com atitudes de  imperfeitos
Mas com uma única certeza, que gostaríamos de estar bem perto







0 comentários:

Postar um comentário

 

Capte-me uma mensagem a toa Copyright © 2013 Design by Caminho da Luz