16 de mar de 2012

Aprendendo mais uma de amor




Quando eu resolvo falar de amor, fico pensando, e a primeira pessoa, que vem na minha memória, a minha mãe.


Ela faz parte do meu currículo, costumo dizer sempre, que é o melhor livro que eu já li na minha vida.


E conviver com ela, tem sido muito especial.


E hoje ela me ensina que o amor só é possível, quando entramos um no tempo do outro.


Ela vive acelerada, e eu na minha calma.


Ela tem todo o tempo do mundo, e eu acho sempre que não tenho tempo pra nada.


Quando eu penso, que para ter minha mãe do lado, tenho que esquecer um pouco de mim, das minhas habilidades, dos meus horários marcados na agenda.


Eu tenho que acelerar as mãos, e os pensamentos.


Ela tem sempre a mania, de repetir as histórias que conta várias vezes, já que eu sei as histórias de co, fico olhando na repetições dos gestos.


Fico analisando como articula as palavras, como desenha no ar, com as mãos.


Como ela interpreta bem seus personagens.
 Como desenvolve bem as histórias.
Fico focada ali, porque eu quero guardar tudo isso na memória.


Foi nessa matriz, que eu fui gerada, até quando eu posso olhar para essa casa, aonde eu fui feita, bem projetada, até quando eu vou ficar procurando as coisas que ela esquece pela casa, gravando nomes na agenda do celular, ensinando salvar os documentos em pdf, ouvindo ela cantar no karaokê, até ficar rouca.


Até quando eu tocarei, como meu amor é grande meu amor por você, para ela no teclado.


E vivendo esse espaço aonde eu posso dividir com ela, as minhas habilidades e as suas impossibilidades.


Esse tempo que nos, nos misturamos uma na outra, esse tempo que a vida me permite olhar pra ela, para decorar cada detalhe do seu ser.


Que é sem duvida, sem querer ser injusta com todos que já passaram na minha vida, é a pessoa que mais marcou o meu coração.


E assim, eu descubro, que eu  tenho oportunidade de lhe dar, a minha melhor parte, já que eu não sei quanto tempo tem.


Sabe, eu tenho muito medo, medo de descobrir o valor das pessoas quando elas vão embora.


E assim eu aprendo que o amor é agora, neste momento, e eu peço a deus, todo dia, que eu nunca perca essa graça, de nunca me desprender dessa lição. 


E assim vou aprendendo, que amar  tem seus prejuízos, é um prejuízo danado, mas é um prejuízo que vale a pena.


Então, tem alguém que você ama ao lado ? Abrace logo vai !!!

0 comentários:

Postar um comentário

 

Capte-me uma mensagem a toa Copyright © 2013 Design by Caminho da Luz