23 de fev de 2012

Liberdade

Liberdade na vida é ter um amor para se prender....




Fabrício Carpinejar




Ainda não tenho, um amor para se prender, mais depois de tantos anos solteira, comecei a esvaziar a mente, os conceitos mais arraigados.
E quando permitimos esse esvaziamento de nossos pontos de vistas mais arraigados.Isso é libertador, pois namorar com alguém envolve e demanda a morte de certezas absolutas, para que assim possamos admirar a verdade que surge do outro, não necessariamente para torná-la maior do que nossas próprias verdades, mas para que possamos ver o outro como um outro e não como uma extensão de nossos desejos e vontades.
Isso demanda realmente muita paciência e cautela, envolve escutar e observar o próximo, não porque a pessoa seja “perigosa”, mas porque namorar alguém exige admirar a totalidade do outro. Muita gente namora, mas sequer presta atenção em quem está ao lado. 
Saiba, portanto, aproveitar este momento de contemplação de uma nova realidade.  
A contemplação do outroenvolve considerar as verdades, pensamentos, vivência e reflexões.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Capte-me uma mensagem a toa Copyright © 2013 Design by Caminho da Luz