29 de abr de 2011

Menos

0 comentários


Eu tenho menos que os outros, mas o pouco que tenho é melhor que de todo mundo junto.
Porque é melhor ter uma coisa e fazer bem feita do que ter várias e fazer de qualquer jeito.
“menos é mais” (less is more ) Mis Van  Der Rohe

Você é linda...

0 comentários

Disse o meu amigo soldado de chumbo, que as vezes gosto de chamá-lo de Peter Pan: 
- Você é linda e preciosa. 
E isso é o máximo de sensibilidade que pode conter em sua pança.
Então eu completei :

 Enfeite-se com margaridas e ternuras
 Escove a alma com leves fricções de esperança.
De alma escovada e coração estouvado.
Saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim.
Acorde com gosto de kiwi 
Sorria lírios para quem passe debaixo da sua janela.
Ponha intenções de quermesse em seus olhos 
Beba licor de contos de fada.
Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta 
e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante,
 a dizer frases sutis e palavras de galanteio.
E  assim com tantas flores saindo de você, flores virão até você.

Ultima carta para secret

2 comentários
Quando eu era mais jovem, conheci um garoto no lago, com boné de ovo frito.

E ele me perguntou:

- Posso mergulhar no seu universo?

E eu respondi :  - O espaço que eu tenho aqui está guardado para uma pessoa específica.

E ele insistiu :  seus sonhos, são nossos.Sonho meu.

E assim ele, pulou do seu barco azul, direto para o meu.Trocamos alguns emails de amor.

Um deles dizia assim:

 - Você sempre pinta os quadros com a coragem dos que navegam, sem saber o que vão encontrar.O medo não acha lugar na tinta, pois aí tudo é permitido.E navegando na tinta das letras e imagens, muitas vezes distorcidas, descobrimos um novo mundo...

No início eu tentei balançar meu corpo, para ver se desviava meu coração.
Mas meu coração cheio de ternura, sem óculos de proteção.Acreditou plenamente, que tinhamos sonhos só nossos.Apresentei meus segredos, e meus melhores quadros, se tornou meu our little secret, sem saber aonde mora essa frase "our little secret" aqui nesse blog.E eu pensei que tinha beijado o homem da minha vida, o homem que me daria um dia uma familia, só nossa.

E um certo dia ele dormiu, e acordou com um enorme medo, de enfrentar os obstáculos, medo de amar.E eu que estava com toda alegria e força, para enfrentar tudo, e cuidar dele pelo resto da vida, perdi  para seu medo de amar.

Perdendo,  descobri que as vezes quando você perde, você ganha.

Foi o maior presente que eu ganhei no ano, um amor verdadeiro, mesmo que ele tenha partido, era uma amor puro, e que me quer bem.


E aquilo que as pessoas acham impossível, é o que elas nunca viram.

E o seu medo se tornou seu próprio cobertor, e o que ele também nunca viu, acreditou que nunca poderá existir.

Little secret, você sempre estará nos meus quadros de paisagens, aonde um dia, em outro momento, nasceremos novamente, talvez com vidas mais parecidas, menos opostas, nos encontraremos, e faremos novas escolhas.

Com amor, para o Projeto Um Conto por Amor; para o blog Sonhos entre Pontinhos.

Apenas palavras

0 comentários
Um dia, um certo pied noir chamado Albert Camus disse "We only know of one duty, and that is to love”

Esta foi uma das brilhantes frases deste escritor e filósofo argelino que escreveu "A Peste" e que ficou imortalizado pelo "Invincible Summer" e que escrevia tanto sobre Santo Agostinho como sobre o Amor. Ontem deixei no meu mural "Malditas palavras capazes de partir os mais fortes corações e matar as mais alegres pessoas". De Palavras ainda não sei tanto como Camus, mas sei o mal que podem fazer assim como o mal que o rombo e fosso de um silêncio pode fazer a um coração. É como cairmos num poço de gelo, mas sentimos tudo. O frio cortante, e o pior: não perdemos consciência. Não há hipotermia, há sim um sentido apurado ainda mais do que nos está a acontecer, do que as palavras não estão a dizer. E, por isso, quando alguém, um amigo, ou nós próprios conseguimos sair a tanto custo do poço, gelados, molhados, com -15ºC lá fora sem niguém para nos aquecer, só temos as palavras para nos defendermos. É assim o Amor. Cada um defende-se como sabe.

28 de abr de 2011

O fim vem com o perdoar

0 comentários
O fim chega e com ele todos aqueles sentimentos confusos e os conflitos.
Após tentar, tentar de novo, avaliar e reavaliar, vemos que não há mais por que continuar. Se o outro é que finalizou, também finalizamos no momento em que decidimos não tentar mais reverter.
Então, é o fim. Mas, se é o fim, por que não consigo simplesmente estar livre e contente em poder começar algo novo? Por que ainda há tantas considerações, perguntas e sentimentos conturbados aflorando, ecoando como vozes de uma multidão na cabeça?

Simplesmente o peito, o coração não abre e a gente sabe que tem algo que não deixa abrir a porta pra alegria de novo.
Embora dê uma certa preguiça em começar tudo de novo ao terminar uma história, uma relação, é fato que deveríamos estar felizes em poder escolher novamente, em estar livre para novas e melhores escolhas. Mas onde está este entusiasmo?

Ao final de uma relação é muito bom avaliarmos o que poderia ter sido diferente, onde fomos incoerentes, o que "não deu certo". Mas, em geral, as frases que "brotam" são de acusações. O outro fez isso ou aquilo, deixou de fazer uma lista de coisas.
Em certo momento começamos a ver em que "erramos", afinal, é isso que importa para novas histórias, para melhores escolhas. Aí é que começa toda a raiz do problema. CULPA!
Começamos a remoer a "perda de tempo", ter sido "feito de bobo", ter se dedicado demais, ter acreditado, ter criado expectativas, dá pra encher uma página com a lista, se anotarmos os pensamentos aleatórios que surgirem.

Aí está a chave: PERDOAR!
Simplesmente evoluímos, a vida segue seu curso, a mudança é a única coisa que não muda. Avaliamos? Já sabemos o que faríamos e faremos diferente? Já sabemos o que é de nossa responsabilidade e o que é do outro? Hora de deixar ir. Hora de libertar a história e, assim, se libertar.
Liberdade é uma qualidade que reside na alma. Se o coração ainda está RE-sentindo, ainda há correntes e não há espaço para a alegria e fé no futuro, fé no agora que já está acontecendo sem ser sentido e vivido.

Como deixar ir? Perdoando. Mas vamos direto ao perdão mais difícil de todos: o perdão a si mesmo.
Perdoemo-nos por tudo que parece óbvio agora, mas que não parecia assim antes; perdoemo-nos por ter amado e não ter sido correspondido; perdoemo-nos por ter-nos achado capazes de conquistar mais do outro; perdoemo-nos pelos erros que comprometeram a confiança do outro em nós; perdoemo-nos por ter acreditado; perdoemo-nos por ter vivido, por ter sentido, por ter vibrado, por ter simplesmente sido humano. Perdoemo-nos por ainda gostar; perdoemo-nos por ainda querer algo que não nos faz bem, perdoemo-nos. Perdoemo-nos por não querer mais e ainda assim pensar; perdoemo-nos por querer saber do outro; perdoemo-nos por ainda não estarmos a fim de uma nova tentativa; perdoemo-nos por não estar nem aí enquanto o outro chora, perdoemo-nos.
Amor incondicional, tema de tantos outros textos e reflexões...
O amor incondicional começa dentro de nós mesmos, por nós mesmos. Este é o desafio. Amar é perdoar, perdoar é se libertar. Liberdade é um estado de alma de plenitude, de vontade de voar por novos céus. Não há novos horizontes para quem olha pra trás e nenhuma despedida é real se não for com amor.
Perdoa-se, você merece!

27 de abr de 2011

Anjos são humanos

0 comentários

Há anjos na terra
Em todas as direções
Que são humanos
São gente
Que voam
que cantam
que riem,
que brincam, 
que pulam, 
que dançam, 
que amam... 
E tentam ensinar a sermos mais humanos
Tentam nos ensinar amar com a voz do coração
Distribuem flores, anjos com essência de ser flor, ser especial, sensível....
Machucam as asas a  cada atitude desastrosa, e fala defeituosa humana.
Intercedem entre deus e a terra.
Possuem a luz divina, e nenhuma experiência humana
Deixe os anjos viver,  ame, brinque, pule e dance.
Cada lágrima de um anjo,  diminuem sua luz

26 de abr de 2011

Lágrimas ocultas

0 comentários


Se me ponho a cismar em outras eras
em que ri e cantei, em que era q'rida,
Parece-me que foi noutras esferas,
Parece-me que foi numa outra vida...

E a minha triste boca dolorida
Que dantes tinha o rir das Primaveras,
Esbate as linhas graves e severas
E cai num abandono de esquecida!

E fico, pensativa, olhando o vago...
Toma a brandura plácida dum lago
O meu rosto de monja de marfim...

E as lágrimas que choro, branca e calma,
Ninguém as vê brotar dentro da alma!
Ninguém as vê cair dentro de mim!

Florbela Espanca (1894-1930)


24 de abr de 2011

Obstáculos passageiros

0 comentários
Normalmente quando estamos muito felizes, não nós sobra tempo para escrever.
E os poemas só saem do diário, quando não se tem tanto amor.
Quando se tem bastante amor, e estamos apaixonados, não nós sai nada.
E eu não gosto de compartilhar, dores, perdas, e ausências.Por isso ao meio de toda trovoada, retiro uma pitada de coisas boas, e acrescento a minha vida.E escrevo aqui, por que gosto de compartilhar ensinamentos e experiências da vida.
E assim descobri que quando tudo vai muito bem, a vida sempre coloca uns obstáculos.
E alguns, que você não tenha como resolver, por si só.
Todavia, tais obstáculos não surgem para que você desista dos seus intentos,
mas para que você se concentre melhor e tenha consciência de que a vida é assim: 
obstáculos surgem para serem resolvidos. 
Busque acumular energias, não faça muitas ações precipitadas, descanse nestes momentos.
Você descobrirá que existe algo de poderoso dentro de você, que lhe dá 
forças mesmo quando você sente que não há nada a se fazer.
Os atritos e os estresses podem até lhe desanimar, mas siga sempre em 
frente.
Diante de obstáculos de difícil solução, apenas se imobilize. 
Tudo se resolverá por si. 

22 de abr de 2011

Simplesmente

0 comentários


Entre o que desejamos e o que temos,
existe uma barreira, uma distância,
que pede muito mais do que o desejo puro e simples,
exige dedicação e por vezes um certo sofrimento,
paciência e abnegação, um preço para cada conquista,
que nem todos estão dispostos a pagar.

Por isso, há os que vencem,
e há os que nunca alcançam.
Gente que vê a estrada florida,
e outros que permanecem no charco,
há os que encontram, e os que nunca se acham.

Muitos desistem no meio, outros nem começam,
mas os que persistem, vencem a si mesmos,
são os que recolhem pedras com as mãos,
aqueles que não temem a noite escura,
porque não enxergam os problemas,
olham para a frente, para o futuro,
com a lanterna da insistência nas mãos,
e vão passando obstáculos, suando muito,
porque toda vitória é fruto maduro,
da perseverança e da transpiração.

Se o seu sonho te parece impossível,
saiba que a esperança é o estopim,
que acende a dinamite da determinação,
e que todo aquele que crê e persevera,
acaba encontrando mais do que espera,
na curva da vida que os tolos chamam de sorte,
e que os determinados munidos da paciência,
reconhecem de longe, alcançando o sucesso,
chamam sabiamente de “consequência”.

Eu acredito em você!

21 de abr de 2011

Páscoa

0 comentários
Páscoa vem do hebraico Pessach e significa passagem.


A atmosfera é de renovação, regeneração, expectativas e esperanças.

A imagem do coelho e usada pois, simboliza  fertilidade e por eles serem os primeiros a saírem das tocas após um longo inverno de recolhimento.


E ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar e  o potencial de vida para um novo início, ofertados como presente.

Dessa forma a Ressurreição de Jesus traz consigo um novo tempo de paz e esperança para toda humanidade.
É portanto uma data propícia a rituais celebrando o renascimento, a passagem da tristeza para a alegria, das trevas para a luz, do egoísmo para o amor.

A renovação é uma riqueza a ser buscada. E sempre é tempo de recomeçar.

E para um  recomeço o ponto de partida é apaixonar-se pela vida

Lembre-se que  é um exercício de jardinagem: arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, espere, regue e cuide. 

Terá um jardim.Mas esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excesso de chuvas. 
Se desistir, não terá um jardim. Terá um descampado. 

Apaixonados não esperam agem.

Feliz Páscoa e que essa energia seja contemplada por todos os dias da vida de vocês, não somente hoje porque em 24 horas você vai entrar no dia mais importante da sua vida: o dia seguinte.

Beijinhoss.... de chocolate... 

20 de abr de 2011

Anjo

0 comentários
Hoje eu acordei mais cedo
e fiquei te olhando dormir
Imaginei algum suposto medo
para que tão logo pudesse te cobrir
tenho cuidado de você todo esse tempo
você esta sobre meu abraço e minha proteção
tenho visto você errar e crescer, amar e voar
você saberia onde pousar
ao acordar já terei partido
ficarei de longe escondido
mas sempre perto, de certo como se fosse humano, vivo
vivendo pra te cuidar, te proteger, sem você me ver
sem saber quem sou
se sou anjo ou se sou seu amor
Afinal, quem eu sou?
Seu anjo, ou seu amor?
Tenho asas? Anjos aparecem invisíveis
Humanos também, quando amam
Quero dizer que já não importa
mais, saber de onde eu venho
Se tudo que sou pra você, é amor
E se ainda assim, quiser voar
Te levo comigo, te mostro as estrelas
Outros alados, Deus, a vida celeste
E depois voltamos pra nossa casa
até nos amarmos
até morrermos
Para dizer que é seu o anel
Sou seu amor na terra
E seu anjo no céu.

Saulo Fernandes, 2005

17 de abr de 2011

Você me ensina amigo Snnoopy

0 comentários
Obrigado pelas palavras, pelo pedacinho de terra firme, quando eu me perdi nos sonhos.
Snnoopy, eu acho que todas as mulheres deveriam ter um amigo como você, pena que não posso te dar todo o meu coração.
Mas minha amizade será eternamente sua.E quando precisar de um pedacinho de céu para embalar teus sonhos.Pode pegar a ponte áerea,  mesmo que seja carnaval, terei um tempo para te conceder.
E sempre nos reencontraremos nos casamentos, dos amigos, pois já temos carteira vip de padrinho e madrinha.
E sempre estarei torcendo por você, um dia irá encontrar a mulher da sua vida, porque dos sonhos, eu descobri, que não é possível.
E mesmo que nos não tenhamos tanta sorte no amor, aprendemos um com outro, e com nossas experiências.Pelo menos podemos ir um dia a cidade da complexidade e contradição  jogar, gastar nossos ganhos, do nosso  futuro sucesso profissional.
Coisa que eu só falo brincando, por que se eu não tiver sucesso no amor, até meus cinqüenta e poucos, vou adotar umas quatro crianças.
E lembre-se o dialógo é sempre importante, e as mulheres tem receio de começar, por que os homens não gostam de conversar sobre relacionamentos.Então antes de pensar e se remoer, pergunte, fale o que você pensa.
E a paciência, é a maior virtude, saber reconhecer a hora de parar e confiar no Universo, a hora de deixar a vida rolar...
Porque, no final das contas, é isso que se chama FÉ! Ou seja, confiar, entregar-se ao ritmo da vida sem ficar contestando, brigando, resistindo, tentando se convencer ou convencer o outro de que as coisas deveriam ser diferentes! Não deveriam!!! Se devessem, simplesmente seriam diferentes!
O fato é que nem você e nem ninguém tem controle sobre o mundo, sobre outra pessoa e, muitas vezes, nem sobre a própria vida. Nosso "controle" é parcial, é limitado, vai somente até onde estamos conscientes; e, acredite: a grande maioria de nós está bem pouco consciente diante de tudo o que existe ao nosso redor!
E ainda que as conseqüências sejam desastrosas, nunca deixe de confiar em ninguém, não pense que, nunca mais vai se entregar ou nunca mais sequer vai  se relacionar.
Simplesmente acredita que, ao fazer o nosso melhor, o que tiver de ser nosso, será - mais cedo ou mais tarde!

16 de abr de 2011

Mãe de amor

0 comentários
Foi assim  desde o dia que eu nasci
Como um broto de feijão
Despertei cai no chão e entre as flores cresci
E logo cedo decidi que a vida me daria tudo
Se eu corresse atrás dos sonhos
Se eu não deixa-se o medo me trancasse no escuro
Quando mamãe  olhou, e logo pensou
Num nome de passarinho
Mas papai não gostou
E mamãe escolheu um nome,  que me encheria de amor
E eu que tenho nome diferente, já quis ser Maria, Marina e  Carol
Só para ter uma musica só minha
E esse amor me fez desde cedo a conviver com as ausências e distâncias
E hoje sei que saudade é sinal de amor
Que distâncias não existem, somos nós que criamos
E tudo isso é um bem necessário para confirmar nossos laços

13 de abr de 2011

Beijo

0 comentários















Hoje fica decretado, que esta proibido falar de amor.
Escrever sobre amor
Cada fala
Cada palavra, um beijo a menos
E que ninguém precise de um dia do beijo,
para saber que beijar e amar é o maior alimento para a alma
Dia de amar e beijar, que seja todos os dias do lado do seu amor.
Namore
Se enamora

Dia do beijo

11 de abr de 2011

O dia que o amor me acordou

0 comentários
A alguns dias, venho me contestando o por que de algumas coisas, que vem me acontecendo.
E num dia um anjo mais velho me disse : que os relacionamentos das nossas vidas, são todos eles para nosso crescimento e evolução pessoal.E que alguma coisa temos que aprender com eles.
Foi quando comecei analisar e obter as resposta que eu queria, logo  parei de ter vergonha de mim mesmo, pela minha carinha de adolescente.Me sentindo como se tivesse nascido no corpo errado, e no tempo incerto.
E a parti disso descobri o amor que eu nem imaginava que existia dentro de mim.
Um amor, que confia, leal, sincero, e capaz de vencer todas as barreiras.
Um amor que mesmo distante, um encontro, é sempre como se fosse a primeira vez.E no outro dia parece tudo não ter passado de um sonho.
Descobri que o amor não nasce com pessoas dos nossos sonhos.E  as compatibilidades, nem sempre são maiores que os desafios.Cabe a nós mesmos, definir se vale a pena ou não vencer os desafios juntos, e quando se tem amor, isso se torna leve e fácil. 
E que não podemos esperar nada de quem amamos, apenas agradecer o que receber, e aceitar de coração todas as atitudes.Mesmo que uma delas lhe faça mal, aceite é para seu crescimento e evolução pessoal.
E quando não esperamos nada, esperamos só estar juntos, e que seja prazeroso os encontros, é quando acrescentamos felicidade na vida das pessoas que amamos.
Aprendi também que deus, dá nas nossas mãos, a chance de curar nossas fraquezas e vencer nossos próprios desafios, através das pessoas que amamos.
E que o amor é lindo, quando encontramos alguém que nos transforma no melhor que pudemos ser.

10 de abr de 2011

Você escolhe ou é escolhido?

0 comentários
Que a vida é feita de escolhas, não resta dúvida. Escolhemos a todo o momento, seja consciente ou inconscientemente. Inclusive, até a decisão, também consciente ou não, de não escolher, é uma escolha.Muito perigosa, por falta de auto-conhecimento.
Na verdade, saber se escolhemos ou não, ao meu modo de ver é práticamente impossivel.Acredito que ninguém escolhe ninguém, nos reencontramos na vida, e quando tem que ser, acontece dentro de nós, mesmo que seja contra nossa razão.
Por que os relacionamentos antes de ser físicos aqui na terra, são espirituais no campo energético.
Temos também que identificar o nosso momento de pausa, momentos de introspecção da alma, descobrir nossas fraquezas, e o momento certo acontecerá.
Pessoas carentes demais, se entregam a qualquer relacionamento, e até concordando aceitar situações que não lhe fazem feliz.Por outro lado, pessoas que criticam demais, ou escolhem demais, podem ficar sozinhas, por medo de vivenciar o amor, e se trancam na solidão.
O que podemos definir, é o que queremos para nós mesmos, qual as características fundamentais buscamos em alguém para compartilhar nossa felicidade.
Segundo passo é dado, quando perguntamos a si mesmo, se você acredita em um amor verdadeiro, baseado na confiança, lealdade e intensidade.Se você acredita e confia, será capaz de estar com essa pessoa por uma vida toda.Mesmo que em algum momento ela possa lhe magoar, pois ninguém é perfeito, você vai perdoar, como jesus, setenta vezes sete.
Se você se manter seguro e tranqüilo, livre de ansiedades e tormentos que só acontecem na mente, sem procurar em todos os lugares desesperadamente, o amor acontecerá.
E todo o universo estará conspirando a seu favor, porque, afinal de contas, nascemos para amar e sermos amados.

8 de abr de 2011

Palavras, apenas palavras

0 comentários

Eu te recebo de pés descalços: esta é minha humildade e esta nudez de pés é a minha ousadia." Clarice Lispector

4 de abr de 2011

Segunda - natura

0 comentários


Nas minha segundas-feiras, me permito ser, qualquer coisa que eu queira ser.
Hoje me permiti ser quem eu sempre fui, mas tinha esquecido.
Na praia, com o vento no rosto, cabelos ao vento, sem compromisso,
me senti aos meus 18 anos, com meu primeiro amor.
Vendo carinhas nas pedras, ouvindo o barulho das ondas.
A natureza nós permite levitar, com pés no chão.
Acalma a mente, diminui as preocupações, e nos faz refletir
sobre as surpresinhas da vida.
Nos permite sentir o que nossas almas querem sentir,
nos leva aonde nossas mentes racionais não permitem.
E no fim o quadro pintado, por tintas bem coloridas,
aonde os personagens impressos somos nós.
O que queremos ? Ser sempre nós mesmos com toda autenticidade.
E o que devemos  fazer ?  Isso não podemos desenhar.
Só basta viver, e deixa acontecer....

"O que importa se você tem olhos verdes... se o vermelho dos meus refletem o verde da natureza...... " Bob Marley

3 de abr de 2011

Coisa bonita

0 comentários
Para meu sentimento sobre uma coisa, que não sei o que é realmente.
Mas mesmo sendo uma coisa, é uma coisa bonita de se lembrar.
É uma coisa que brilha meu olhar, e nas minhas febres de escrever.
Sempre sai, alguma coisa para coisa bonita de se ver.
Mesmo que essa coisa duvide dos meus sentimentos.
Que até eu duvido também, pois é difícil acreditar, quando da tudo certo.
Mesmo que essa coisa seja pequenina, e nem saiba a força que tem.
Tem coisas misteriosas, que só vivendo podemos descobrir.

"Coisa bonita esta: que haja coisas que são mais que coisas, coisas que nos fazem lembrar...
Coisas presentes que nos abrem para o mundo das ausências...
Saudade não será isto?
Sentir que algo está faltando, alguém que o coração deseja, está longe...
Mas não basta ausência.
Há muitas coisas que ficaram pra trás, das quais não sentimos saudade.
É que a gente não amava.
A saudade nasce quando existe amor e ausência...'' 
Rubem Alves

1 de abr de 2011

Insanidade ou Insana Idade

2 comentários


As vezes, me acho estranha, mas doutora mary diz que é normal.
Por ouvir a mesma musica trinta mil vezes no repeat.
Por ter hábitos repetitivos, como tomar café quente com leite frio e açúcar, todo dia na mesma caneca amarela.
Por gostar de ouvir musica clássica no café da manhã.
Por acordar as 5 pontual, mesmo quando tenho aula as 11:00.
Por ficar meia hora  pensando antes de levantar da cama.
Ir a missa domingo pontual as 7:00, se todos vão ao sábado, eu me irrito e não vou.
Por não gostar de novenas no meio da semana.
Por gostar de ler tudo sobre o mesmo assunto, auto-ajuda, arte, arquitetura e urbanismo, ao ponto de chegar em alguns lugares e não ter assunto, no meio das pessoas da minha idade.
Por gostar de garoto de 40, mesmo quando ele mente que tem 30 e poucos.
Por eu gostar do sorriso, do gato Cheshire, que só eu consigo ver e sentir.
Por eu me achar uma mulher de 30 aos 26 anos.
Por  ter amigos, que meu pai fala, que se juntar todos dá mais de 200 anos.
Por gostar de ter aulas de pintura com a meia  idade, e todas quererem me casar com seus filhos solteirões.
Por  gostar de ter tudo no lugar aonde eu deixei pela ultima vez.
Por escrever em diário.
Por querer desvendar cidades desconhecidas á pé.
Por sempre querer entrar em uma igreja e fazer um pedido e um agradecimento, quando estou de viagem.
Por anotar tudo na agenda, para não esquecer os bons momentos e datas importantes.
Por eu odiar meu celular, só amar quando estou apaixonada.
Por  sempre levar um porta retrato nas minhas viagens, para lembrar das pessoas que eu amo ao ir dormi.
Por gostar de brincar com as crianças na rua.
Por não entender as brincadeiras idiotas, dos meus colegas de faculdade.
Por não entender o processo criativo da minha professora de projeto.
Por eu querer aprender tudo sozinha.
Por eu ficar off e passar do ponto de ônibus as vezes.
Por  não gostar de shoppings center.
Por não gostar de tv.
Por eu ser sincera demais, e ter sempre uma resposta literal.
Por querer sair de óculos para me esconder atrás das lentes, e me sentir mais inteligente.
Por eu querer usar disfarces,  para ninguém gostar de mim por interesses.
Por querer ser feia, para não atrair idiotas de ferrari.
Por não entender o que querem os seres humanos, quando dizem uma coisa e querem outra.
Doutora Mary me deu alta e disse que sou uma artista excêntrica...Eu disse o que ? Autista excêntrica !!!
Ela riu, e disse que eu que trago felicidade ao consultório, então tá...
Enquanto todos me acharem normal está tudo bem...
 

Capte-me uma mensagem a toa Copyright © 2013 Design by Caminho da Luz