28 de jan de 2011

Faça

0 comentários
Gandhi costumava dizer que qualquer coisa que você faça será insignificante, mas é muito importante que você faça. 

27 de jan de 2011

Iluminador de olhos

0 comentários
Quantos post você me rendeu, mesmo que virtualmente, esteve conturbando minha mente.
Esteve na entre-linhas da poesia.Se infiltrou nos meus textos, me escreveu palavras amigas que brilhou meu olhar.
Mergulhou nos meus textos, e eu pedi para você ir para longe daqui.Com medo de mal interpretações, medo de perde um amigo, medo de magoar um alguém.Medo de te falar o quanto vc me diverte com as tuas mensagens.Medo de você entrar na minha vida e sair.Tantos medos que eu nem preciso me proteger mais.
Mandei você ir, quando eu mas queria, que você fica-se.
Mas mesmo assim, quero te dizer que você continua aqui, nas palavras, na saudade, de um coração cansado de sobrar tanto espaço.Cansado de mensagens virtuais.
Você continua na confusão da minha mente, que tanto escreve, tanto fala de amor, mas tenho mais um segredo a contar, o poeta é um fingidor, nada sei sobre amor, não tenho experiência nenhuma na área.
Continua aqui na vontade de falar besteiras, na vontade de escrever historias de amor.
Meu amor está eternizado nos quadros, nas cartas desse blog, nos projetos, e assim a vida passa por mim, e eu vou aumentando a  minha coleção de quadros pintados, alguns são presenteados  e se vão.
Quero te dizer que estarei perto, se estiver por perto, por perto estarei...

Ps: Sonho meu /  little secret

26 de jan de 2011

Limonada

0 comentários

As, vezes apesar de todos os nossos esforços e dedicação.
A vida nós dá limões.Ai caro amigo você tem duas hipóteses : fazer uma cara feia ou fazer uma limonada.
Eu escolho fazer limonadas, matam a cede, me diverte e transformo meus sentimentos de 
perda, em sentimentos de vitórias.E logo que você terminar algo, pode ter certeza que acontecerá algo novo.
Todo esforço, nunca é em vão, quando colocamos sentimentos verdadeiro nas nossas atitudes.E que todas as minhas perdas, foram para me fortalecer e me fazer mais forte.
E que todos meus romances foram bom enquanto duraram, e se acabou, é porque existe um alguém especial me esperando em algum lugar do mundo, tenho certeza que esse alguém eu já conheço, apenas ainda não ficou claro quem seja.Mas sei que é alguém que eu tenho imenso carinho e afeto.Ou não, também não tenho bola de cristal.Nem sempre quem nos interessa, se interessa pela agente.Portanto seja amor, seja paz, seja luz.Não deixe se corromper pela sociedade materialista, o maior valor da vida, é as simples demonstrações de afeto, os momentos ao lado de alguém especial.Por que o tempo nós dá momentos e também nós tira para sempre.Se a vida será curta, longa ou infinita, não sei, mas sei que nada do que vivemos tem sentido se não tocarmos o coração das pessoas.

17 de jan de 2011

Por perto estarei

0 comentários

Não leve tão a sério teoria e palavras.
Elas não tem asas, mas podemos conceder.
Nem toda palavra é aquilo que o dicionário diz.
Não sou poeta, não sei rimar
Não gosto da gramática
Falta tanta coisa naquela janela azul.
Falta meu olhar com brilho ao ler
Falta eu te dizer que eu sou proibida para você
Ao mesmo tempo sobra tanta falta
Sobra tanto espaço dentro do abraço
Sobra tanta falta de palavras de amor
Sobra tantos medos que eu nem me protejo mais
Sobra tantas meias verdades para dizer
Sobra tanta vontade de escrever uma história de amor
Ao mesmo tempo sou tão perto sem estar
Sou tão perto e por perto estarei

13 de jan de 2011

Amor de paz

0 comentários


Saudade de um amor de paz
Que seja  real
Que traga harmonia e inspiração
Que seja autêntico e verdadeiro
Que me faça rir, chorar e rir
Que some trazendo mais felicidade
Que me deixe sem ar
Que me conceda asas para ir e voltar
Que saiba compartilhar os momentos
Sem cobranças e  mágoas
Esse amor de paz será bem-vindo no meu reino de garotos de bicicletas, 
que são mais divertidos do que homens de ferrari.

5 de jan de 2011

Bailarina e o soldado de chumbo

0 comentários

De repente toda a mágica acende
E balança o mundo
E os braços se abrem, com mãos de concha
E a bailarina rodopia a dançar
Coração vem  perguntar, porque ?
Aconteceu, encontrar esse  rosto por acaso
Rosto de soldado de chumbo
Vai dizer que nossas preces não alcançaram os céus
Coração vem me dizer :
"Gosto mesmo do soldado de chumbo
Soldado de chumbo, falando de um jeito maneira
Perguntando sobre as estrelas
Que acompanho seu dia
E para minha poesia e um ponto final
Um ponto em que recomeço"
A bailarina recua a dança
E o soldado avança
Recua e não sabe se fica ou se vai
A bailarina sai do palco
E a mágia se apaga
O palco fica vazio sem o balé
Sem o café requentado o soldado de chumbo não fica de pé
Falta a graça
Sobra espaço
Coração vem me perguntar, porque ?
 É tão lindo a bailarina e o soldado de chumbo
 

Capte-me uma mensagem a toa Copyright © 2013 Design by Caminho da Luz