10 de nov de 2010

Relacionamentos

As vezes, vejo como anda os relacionamentos de hoje, e analiso como as pessoas criticam, mas amam, na verdade não entendo isso.E bem mais fácil procurar entender os desejos e gostos do outro, do que criticar e avaliar como poderia ser.Ou tentar adivinhar o que o outro pensa, e esquecem de conhecer o outro, nas pequenas atitudes.Tem  pessoas que  descobre, ainda no namoro, que a outra usa drogas... Leva isso como natural, pois afinal os anos estão passando e ela poderá se adaptar a esse pequeno defeito...
Socorro que horror! Namoram por carência de estar com alguém a qualquer custo.Traem  mas continuam amando.Quando há o respeito, não há o espaço para a traição; quando há integridade, a traição se torna impossível; quando se está verdadeiramente no coração, além dos três primeiros chacras, não sentimos a necessidade de trair. Esse é um assunto tratado pela cor verde, que tem a ver com o coração; mas também está relacionado com os três primeiros chacras, os mais básicos.Os três primeiros chacras são os chacras do dinheiro (primeiro), sexo (segundo) e poder (terceiro), quem está somente sintonizado nestes três primeiros e ainda não abriu o quarto chacra (coração), ainda não ama verdadeiramente, então, trai.
Perdoar uma traição é o caminho para que obtenhamos paz de espírito, eu acredito. Não se deixar abater, seguir em frente com a cabeça erguida, vivenciar o luto (também de cabeça erguida), ter integridade é o caminho.
Eu só acredito em um amor, aquele que permite o outro ser ele mesmo, que aceita as diferenças, e entende os momentos de introspecção da alma.Um amor que respeite o próximo em todos os sentidos.
Quem nunca teve vontade de estar sozinho, de ter um momento com os amigos, o seres humanos possui suas necessidades.E é necessário respeitá-las, em relacionamentos não existe regras, e sim o que sentimos deve ser levado em consideração.Respeitando a si mesmo, e ao seu companheiro.É admirar o outro de tal forma,
a levar você assisti aquele jogo de futebol e passar a gostar de um time que você nem sabia da sua existência.
E muito ruim, cultivarmos relações que nós sufocam, e não deixam sermos nós mesmos.
Amar é se doar, sem cobrar retorno, sem medir o quanto é doado.E deixar livre como um pássaro, pois os verdadeiros amores, sabem aonde podem repousar.
Não se concentre na aparência externa, sinta a essência da outra pessoa, seja clara e transparente o tempo todo. No início de qualquer relacionamento, a sinceridade, e o caráter devem estar à frente de qualquer coisa e,  você só conseguirá enxergar tudo isso se estiver em pleno equilíbrio energético.
O equilíbrio energético, vem quando estamos bem com si mesmo, nós só atraímos o que realmente somos.E imprescindível, entrar em contato com sua essência feminina ou masculina, para obter o equilíbrio.
Por mais que pareça muito diferente a pessoa na qual você se relacione, ela e um lado de você adormecido, que está sendo revelado.Por que todos os relacionamentos são espirituais, antes mesmo de nascerem na terra.
As almas se completam e se equilibram nos relacionamentos, quando um e muito de ter atitudes na impulsividade, de arrumar uma viagem em um segundo, normal pois e necessário ser assim para apimentar a vida e sair da monotonia, mas as vezes em outras situações a impulsividade não funciona, ai vai o complemento e companheirismo, em ajudar o outro repensar nas atitudes impulsivas e momentâneas.


Por isso quando se sentir mal e alguém fizer sofrer, reflita antes, se você não está criando aquele sentimento, ou está criando expectativas suas nos outros, e mantenha a serenidade em uma hora dessas é o melhor caminho, e quanto a isso podemos seguir a Oração da Serenidade que em um trecho diz:

"Concedei-nos Senhor a Serenidade necessária para aceitar as coisas como são, Coragem para modificar as que podemos e Sabedoria para distinguirmos umas das outras..."

Serenidade, coragem e sabedoria, então, são as palavras-chave para que possamos superar uma traição, uma dor ou qualquer sentimento leviano. Serenidade, calma, tranqüilidade, paz para aceitá-la que alcançamos com o perdão... Coragem, bravura, audácia, força para enfrentá-la, que conseguimos com uma vontade determinada... E Sabedoria, elevação e bom senso para resolvê-la, alcançamos quando estamos conectados com nossa Luz Interior, que é o que irá nutrir a nossa consciência para nos orientar a uma decisão que seja a melhor possível para todos os envolvidos.

1 comentários:

  1. Concordo plenamente com a sua análise. Infelizmente esse é o retrato das relações humanas atualmente: são baseadas na egoísta e desmedida busca pela auto-satisfação, onde o relacionamento resume-se à superficialidade afetiva.

    ResponderExcluir

 

Capte-me uma mensagem a toa Copyright © 2013 Design by Caminho da Luz