22 de nov de 2010

Pequena dor





A tua pequena dor, que aos olhos eu tento esconder
Mas tem horas que não posso esconder
E um ligeiro ardor que me mata e me corrói
E eu sei muito bem de onde vem essa dor
E só nossa e de quem te ama
Não exponho a minha dor, pois é preciosa e só minha tua e de quem te ama
Não é dor por desamor, nem morte, mas e nossa pequena dor
Pequena dor que da força  para bailarina dançar
Mas as vezes faz a bailarina chorar
As vezes sonho contigo e nossa pequena dor, e logo me apego as orações
Para nos livrar dessa nossa pequena dor, que nos mata e corrói
Não é um vicio de dor.
Não me dou por satisfeita com essa pequena dor
Me mata como um pequeno fungo no peito
A quem pense que é por desamor, ou por amor sofrido.
Fujo e me entrego a lugares, pessoas e amores que me inspiram
Mas sempre volto na nossa pequena dor
Só sabe quem vive essa pequena dor
Só sabe quem sobrevive a pequena dor
É como pimenta nos meus olhos, e assim dia e noite
Os olhos mente a pequena dor da gente.
Me entrego na arte para não morrer com a nossa pequena dor
Mas ela e preciosa é só tua.

1 comentários:

  1. Só sabe quem sobrevive essa pequena dor!
    Muito bom texto!
    Beijooos

    ResponderExcluir

 

Capte-me uma mensagem a toa Copyright © 2013 Design by Caminho da Luz