25 de out de 2010

Dois anos se passaram


Os primeiros dias foram um tormento.Um choque da realidade
Me apeguei as telas, as cores, aos desenhos e só elas me confortaram
Ninguém entendia tanta dor, nem eu mesmo, mas nada  poderia dizer.
Os amigos que ficaram contei no dedo, os seus amigos dissolveram no tempo.
Nem tão pouco podia expressar, mas as vezes os olhos paravam no tempo, e eu te via
Te via nas imagens da infância, das nossas brincadeiras de criança.Nas nossas noites alegres a cantar.Te via em todos os momentos felizes e de alegria.
Era preciso viver, para poder te ajudar e fortalecer os que estavam ao meu lado.A barra foi tão grande, que acabei esquecendo de mim, e de quem me amava tanto.Mas hoje vejo que isso foi uma forma de recomeçar, de reconstruir sonhos.Novas conquistas, e novas vitórias.Alguns cortes foram lançados.Meu melhores amigos foram os livros, as telas, as tintas, as mais belas residências eu criei.As mais lindas telas eu pintei.As mais lindas musicas eu toquei.A minha melhor companhia, é estar sozinha comigo mesma, até eu encontrar alguém que me faça sentir melhor do que estar comigo mesma..Nesse momento a melhor companhia esta sendo o trabalho, que me faz esquecer, o quanto eu te espero.Hoje me sinto uma pessoa, que conheço cada milímetro de atitudes, sentimentos de todo meu ser.
Iluminei  teus caminhos, nas minhas orações.No meu coração só á um sentimento, chamado esperança.E na minha mente, so á uma palavra, chamada paciência.Paciência, se tornou um dom divino do meu ser.
Obrigado pelo bilhete enviado no guardanapo, com aquela letra, é quase uma psicografia.
Mas pode deixar do meu coração eu sei cuidar, e só entrará nele, quem eu permitir.
Sempre lembro das sua frase, "Você é um diamante lapidado, para um anel solitário".
Então pode deixar, que saberei distinguir ouro de tolo, de ouro de verdade, e saberei no olho dizer se o anel, tem a forma de um modelo solitário.


0 comentários:

Postar um comentário

 

Capte-me uma mensagem a toa Copyright © 2013 Design by Caminho da Luz